projeto

Mensagem

Mensagem ditada pelo Espírito Isabel de Lima convida ao autoencontro

MUNDO ÍNTIMO
 
É no fruir das horas, nos contatos relacionais diários e na observância dos sentimentos que nos acompanham que poderemos realmente avaliar a paisagem real de nosso mundo íntimo.
 
Somos o que pensamos e sentimos, e para que possamos conhecer essa criação Divina, necessitamos realizar a viagem mais fascinante de nossas vidas, desconectarmos-nos do exterior para, em silêncio profícuo, tomarmos contato com o que temos estruturado em nós.
 
Criaturas há que passam pela vida sem terem a menor ideia de sua paisagem interior, quais são as suas crenças, seus mecanismos de fuga, as máscaras mais utilizadas e as conquistas efetivadas, não as utilizando para seu real propósito, o aprendizado e o crescimento. Quando chegam ao  término, morrem sem nunca terem vivido plenamente e ao despontar para o mundo causal colhem as dores do desengano em que viveram, mas como a misericórdia do Pai a todos alcança, terão, em momento oportuno, nova oportunidade de recomeço para efetuarem, em condições mais complexas, o que tinham delegado a segundo plano.
 
A importância desse árduo trabalho para que possamos conhecer e entender todas as nuances de nossa personalidade, construída ao longo dos milênios nas inúmeras encarnações vivenciadas, é de tal forma decisiva para o ser em trânsito carnal, que ele só se sentirá integrado à criação e em sintonia com as faixas superiores de energia, quando estiver utilizando todos os seus potenciais para esse conhecimento acessível a todos, porém utilizado por poucos.
 
No mundo moderno, quando tudo chama para o exterior, para vivenciar os prazeres que embotam os sentidos e colocam a criatura em um círculo de enganos que prioriza o parecer sem ser, segue, por isso, anestesiada por estes vapores do autoengano, necessitando, cada vez mais, aumentar a intensidade deles para que possa continuar nessa sucessão de equívocos permeados pela sensação de euforia que lhe embota a mente e a coloca no viver de forma automatizada, que mais à frente lhe trará resultados avassaladores, a dor do desengano, do vazio existencial, convidando-a mais uma vez a trilhar o real caminho que a levará a verdadeira alegria, que é resultante do seu movimento amoroso de sintonia com seu propósito existencial.
 
Muitos dentre os trabalhadores da Doutrina Espírita Cristã, tomam os caminhos do autoengano quando vivem seus dias no automatismo, trabalhando com a caridade exterior, que também é importante, todavia, prosseguem olvidando o trabalho que é constantemente exortado pelos Mentores e está muito bem explanado pelo venerável Kardec na Codificação, sendo também o convite maior do Evangelho do Mestre Jesus: O conhece-te e transforma-te, pois só assim será possível o progresso.
 
A literatura é farta nos caminhos a seguir. Para ativarmos este mecanismo de mudança em nós, basta que realmente queiramos e assim acionaremos a nossa vontade (força autoevolutiva) em sintonia com a vontade Divina (força endoevolutiva), abrindo-nos para esse caminho que ainda está em construção, mas que já nos proporciona a sensação do dever retamente cumprido, conquistando para nosso mundo íntimo a paz conscencial integrada em nossa jornada.
 
Se em algum momento a insegurança, o receio e a sensação de menosvalia te sussurrar que não és capaz dessa viagem única e indispensável, lembra-te que a grande maioria utiliza esse movimento de fuga para o autoboicote, porquanto, temos um Pai Amoroso que nos criou todos iguais, simples e ignorantes, e portanto com a mesma capacidade para aprender, deixando para todos a conquista deste aprendizado para termos mérito em usufruir a felicidade plena que nos espera.
 
Efetues em ti, sem tardança, esse mecanismo sublime. Somos cocriadores da vida e responsáveis pela nossa parte nessa criação. A maneira como estamos cumprindo este propósito é que nos trará a suavidade e a leveza, ou a aspereza e a densidade se nos ligarmos ao autoengano. 
 
Todos os esforços que envidares para este fim serão considerados mínimos por ti quando chegares ao término desta jornada e perceberes que fizestes o possível, que exercitastes essa mudança no limite das tuas forças e terás como recompensa a alegria ímpar do dever plenamente cumprido.
 
Mergulhes, pois, nesta viagem fascinante e reveladora do autoconhecimento, tenhas a convicção que todos os que a efetuaram com autenticidade e verdade trazem em si a certeza de terem encontrado um precioso tesouro, uma vez que, quando nos conhecemos estamos em sintonia com as Leis que nos regem e usufruímos, diuturnamente, das energias amorosas que aprendemos a nos conectar, vivendo neste mundo sem ser dele, trazendo em nós a marca dos aprendizes do Cristo a caminho da redenção.
 
Isabel de Lima
 
Cuiabá, 15 de outubro de 2015. 
(Página psicografada pela médium Zeila A. Gonçalves)
Vídeos