MENSAGENS
    13 DEZ
    Mensagem do Espírito Isabel de Lima convida ao exercício do perdão


  • 'O Exercício do Perdão', pelo Espírito Isabel de Lima


    Seu Email:
    Enviar Para:
    Mensagem:
    O EXERCÍCIO DO PERDÃO
     
    Nas diversas situações que vivencias para teu crescimento na vilegiatura carnal, destacam-se algumas em que o peito oprime, dando a impressão de que teu coração constringiu, diminuindo de tamanho. Isso ocorre porque ainda não aprendestes a perdoar e cultivas o orgulho como seu companheiro do dia a dia. Inúmeras criaturas adoecem diariamente nos planos terrestres em decorrência desse hábito nocivo que cristaliza o ser em um círculo vicioso cultivado nas diversas encarnações vivenciadas.
     
    Ao revivermos esse processo pernicioso arraigado em nós pelos procedimentos atávicos do passado, potencializamos as energias densas e deletérias ligadas ao orgulho e constringimos o chakra cardíaco modificando e desestruturando seu fluxo energético, e paulatinamente, se persistirmos neste círculo deletério, ocorrerá a alteração desse órgão no corpo perispiritual, e posteriormente, afetará também o órgão físico ocasionando as diversas patologias cardíacas. Isso quando já não trazemos do pretérito alguma alteração pelos abusos dessa ordem.
     
    Esse mecanismo pode se apresentar nos mais variados graus, desde uma leve irritação por algo não alcançado da maneira como esperávamos até a raiva e ou ira contumaz por não termos todos os desejos satisfeitos, o que na ótica equivocada e limitadora da criatura lhe é devido por direito.
     
    Frequentemente esse processo doentio passa despercebido, pois, pelo automatismo arraigado no proceder de muitos nos dias vigentes, não observam o que lhes ocorre e acreditam que só nas situações extremas a vivência do orgulho é acionada, quando na realidade, o acionamos muitas vezes nas atitudes corriqueiras. Observa-te na impaciência com o outro ou contigo mesmo, nas irritações do trânsito, ao considerar-te privilegiado em algum setor da vida, na teimosia contumaz quando tudo aponta para outra direção e nas incontáveis situações que escolhemos vivenciar, potencializando-o em detrimento das energias suaves do perdão.
     
    O mundo atual tem necessidade dessa branda virtude, seja ela para o nosso mundo íntimo, para o outro ou para nossa casa planetária. Estamos adoecidos pelas escolhas equivocadas vivenciadas pela maioria, encontramo-nos sedentos, porquanto só o perdão pode debelar a sede de amor que devora a maioria dos espíritos encarnados ou desencarnados. Para tanto, somos convidados a beber da "água viva" do Evangelho, aprofundando o autoconhecimento das nossas necessidades mais íntimas, trabalhando para acessarmos em nós essa virtude excelsa e paulatinamente sanarmos as máculas energéticas ocasionadas por séculos de escolhas equivocadas.
     
    O exercício do silêncio interior é fator fundamental para entendermos esse mecanismo em nós, o que trazemos automatizado e em que nível exercitamos esse círculo vicioso, para ao conhecer e perceber os metaprogramas que o desencadeiam possamos nos esforçar para debelá-lo, e pouco a pouco substituí-lo pelo autoamor e autoperdão, sanando as feridas que ocasionamos, criando o hábito imortal de perdoar, necessário ao crescimento de todo aprendiz sincero.
     
    É nas energias maviosas e balsâmicas do perdão, em todas as suas formas, que encontraremos o porto seguro e a companhia excelsa para a fascinante e intransferível viagem da evolução. Ele é filho dileto do amor e o convite para exercitá-lo em nosso íntimo vem desde a nossa criação, cabendo a cada um a escolha nessa direção, uma vez que ao optarmos por este caminho nos aproximamos do cristo interno que vive em nós e liberamos energias suaves, leves e de alto poder curativo, colaborando para melhorar o mundo ao nosso derredor, possibilitando a sintonia com nossos Mentores e suavizando nossos dias.
     
    O convite para acendermos esta luz em nossos corações vem do Mestre dos Mestres, que em Seu supremo testemunho, nos instantes finais de Seu holocausto de Amor, olhou com supremo amor para suas ovelhas equivocadas e profundamente compadecido em seu puro coração, exclamou... "Pai perdoai-os, eles não sabem o que fazem!"
     
    Isabel de Lima
     
    Cuiabá, 29 de outubro de 2015.

    (Página psicografada pela médium Zeila A. Gonçalves)
mais notícias:
  • Poesia A Resposta Consoladora, ditado por Manoel Miraglia
    A RESPOSTA CONSOLADORA Por que choras ser humano? Quanta dor! Quanto lamento! - Choro por não encontrar  o porquê do sofrimento Choro por não compreender, a causa da solidão Por que somos tão pe [..]
  • Terrorismo de natureza mediúnica, mensagem psicografada por Divaldo Franco
    TERRORISMO DE NATUREZA MEDIÚNICA   Sutilmente vai-se popularizando uma forma lamentável de revelação mediúnica, valorizando as questões perturbadoras que devem receber tratamento especial, ao inv [..]
  • Mensagem ditada por Bezerra de Menezes no encerramento do Encontro Reflexivo 2017
    AMOR IMPERECÍVEL   Que Jesus, o nosso Mestre, Sol de todos nós, ilumine-nos a jornada da autotransformação!   Nestes dias em que sentimos pairar sobre nós os ensinos sublimes das palavras [..]
  • Mensagem Eis-me Aqui, ditada pelo Espírito Honório
    EIS-ME AQUI   A alma encorajada pela fé deve buscar sempre em si mesma a presença amorosa de Jesus.   Aquele que busca o Mestre em seus próprios sentimentos é capaz de perceber como os se [..]
  • Mensagem de Natal ditada pelo Espírito Francisca Faveroni
    ORAÇÃO DA MANJEDOURA Comemora-se o natal de Jesus e Sua vinda iluminando a história de toda a Humanidade.    Doce nascimento que chegou sob o manto da humildade e do pleno amor!  &nbs [..]
  • Seu Nome:
  • Seu E-mail:
Editora Espiritizar - Desenvolvido pela Williarts Internet - Todos os direitos reservados. ©2018